top of page
719f1cbc-471d-46f8-a24c-0354d79cb63b.jpg

A economia brasileira na montanha russa

Se a minha proposta fosse apenas um rápido resumo da economia em 2023, provavelmente todos nós estaríamos muito felizes, pela relação de dados positivos que listo abaixo;


- Aumento do PIB em quase 3%;

- O PIB nominal atinge 2,13 trilhões, ultrapassando o Canadá e colocando o país no Top Ten mundial;

- Inflação em queda e mantida próxima à média durante todo o ano;

- Desemprego em queda, com menor índice desde 2015, e empregos atingem a marca histórica de mais de 100 milhões de brasileiros;

- Queda gradual e contínua dos juros, de 13,75% que resistiu até o meio do ano para 11,75%, valor deste fim de ano com perspectiva de queda maior em 24;

- Aumento real do salário-mínimo de 7,7%, fato que não ocorreu em nenhum ano sob Bolsonaro e Temer;

- Correção da tabela de IR, de R$ 1903 para R$ 2640, livrando milhares de brasileiros da mordida do Leão;


Claro, poderia ainda registrar a queda do desmatamento, a recuperação do prestígio internacional, ainda que submetida a trapalhadas e contradições, mas, ainda assim, a leitura popular indica queda do prestígio de Lula em 23 e uma persistente desconfiança em relação a seu governo. O que há de errado com Lula 3?

<