top of page
719f1cbc-471d-46f8-a24c-0354d79cb63b.jpg

Um dia já existiu o Dia da Árvore!

Lembro-me com carinho que quando estudei na sexta série no Colégio Itacelina Bittencourt, a diretora foi classe por classe para informar que haviam adquirido 100 mudas de árvores da Secretaria Estadual do Meio Ambiente e que todas os alunos do ensino médio tinham um trabalho a fazer! Plantar as mudas entorno do quarteirão do colégio! Os alunos seriam divididos em dois grupos: Um grupo ficaria encarregado de plantar as mudas, o outro grupo ficaria encarregado de ir na serraria pedir sarrafos para fazerem o cercado de proteção para as mudas! Isso ocorreu em 1983! Hoje em dia pouquíssimo se faz sobre esse referente dia! E se não houvesse essa polêmica toda em torno da duplicação da Estrada do Fantasminha, atualmente conhecida como Avenida Makio Sato, o Dia da Árvore praticamente passaria esquecido por muitos. Nossa cidade já tem passado nesses últimos anos por praticamente um desmatamento urbano, cortando árvores sadias, com alegações diversas! Até mesmo dois dos cartões postais naturais de Cianorte fora comprometido. As seringueiras da Avenida Maranhão e as mangueiras da Avenida Mato Grosso! Que chegaram a cortar algumas mas diante da pressão popular e repercurção negativa que estava gerando, fizeram um corte reduzido! Segue aqui alguns outros cartões postais naturais de Cianorte! Devemos preservar, valorizar, elogiar e reconhecer nossas riquezas naturais, porque depois que perdemos, não adianta nada e nem teremos mais nada para comemorar!

Árvore símbolo do nosso estado e que estão cada vez mais raras aqui na cidade!

Herói da resistência! Essa muda dentro de um tronco seco que nasceu naturalmente, não existe mais! Passei dia 23 de setembro e o que vi me entristeceu, tacaram fogo nesse tronco que se localiza de fronte a Veterinária do Bosque!