top of page
719f1cbc-471d-46f8-a24c-0354d79cb63b.jpg

Prefeito Franzato anuncia redução na passagem do transporte público. A que custo?

Por Paulo Tertulino - Blogueiro


Velho ditado popular – Não existe almoço de grátis. Alguém tem que pagar a conta. Ao anunciar a redução no preço da passagem do transporte coletivo a partir de 1º de outubro para doiszão, faltou o prefeitão Marco Franzato de onde virá os recursos financeiros para custear o novo subsídio para a milionária empresa que presta o serviço.


De quanto será o novo subsídio? R$ 2,68. Está na página oficial da Prefeitura. Por óbvio e ululante quem usa a circular agradece a redução no preço da passagem. Só que não!


O povão está descendo o porrete no prefeitão. Por quê? A empresa concessionária do transporte coletivo cortou horários de linhas para diversos bairros e para o distrito de Vidigal.


Então ele – o prefeitão – explique o valor mensal de subsídios pagos para a empresa. Quantos usuários em média pagam a passagem e quantos aposentados e pensionistas usam o serviço.


Só lembrando – O Marcão usa e abusa do termo transparência no serviço público. E onde fica a Câmara de Vereadores nisto? Esquece. Os nobres estão mais preocupados em dar nome a ruas, avenidas e conceder honrarias.


Desde que me conheço por gente nunca foi aberta concorrência para dar novas oportunidades para outras empresas do transporte coletivo.