top of page
719f1cbc-471d-46f8-a24c-0354d79cb63b.jpg

Ludmilla deixa Warner e vai lançar suas músicas e disco através de selo próprio

Ludmilla não é mais uma artista da Warner Music Brasil. A cantora, uma das maiores da música brasileira atual, deixou a gravadora onde ficou por dez anos, desde a época em que assinava como MC Beyoncé.


A informação foi publicada primeiro na revista Billboard Brasil, e depois confirmada pela Folha. Ludmilla agora vai lançar suas músicas e discos –e, provavelmente, obras de outros artistas– através de um selo próprio, que deve ser anunciado oficialmente em breve.


Apesar de não fazer mais parte do time de artistas da Warner, a cantora vai manter uma parceria com a gravadora, agora em outros termos. O selo vai ser responsável pela distribuição do material lançado por Ludmilla em seu selo próprio.


"Este novo modelo de trabalho com a Ludmilla reflete a evolução de uma longa e bem-sucedida parceria entre nós. A Warner Music Brasil está feliz por continuar ao lado da artista neste momento especial de sua carreira, assim como sempre estivemos", diz Leila Oliveira, presidente da Warner, em comunicado.


O rompimento aconteceu sem grandes brigas, e por isso a cantora vai continuar trabalhando com a Warner. "Acreditamos que essa decisão, tomada em comum acordo, seja a melhor forma de iniciar esse novo capítulo com a artista, na distribuição de suas músicas", afirma Oliveira.


A saída da gravadora, uma das maiores operando no país, marca uma nova era na carreira de Ludmilla. A cantora agora terá maior autonomia nas tomadas de decisão relativas à sua carreira e obra.


Em junho do ano passado, diversos fãs de Ludmilla interpretaram uma postagem da cantora como uma indireta para a Warner. Sem citar a gravadora, ela escreveu na ocasião que, se pudesse dar um conselho para "a Ludmilla de alguns anos atrás", este seria "não assina esse contrato".