top of page
719f1cbc-471d-46f8-a24c-0354d79cb63b.jpg

IGNORÂNCIA! DE 15% (8+7) - 8% dos eleitores de Bolsonaro e 7% dos de Lula acreditam que Terra é plana, aponta Datafolha

A Terra é plana para 8% dos eleitores do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), contra 7% dos eleitores do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), segundo relatório do instituto Datafolha. A pesquisa, realizada entres os dias 8 a 11 de abril deste ano, perguntou aos brasileiros sobre o formato do planeta Terra. No resultado, foi verificado que 90% dos entrevistados acreditam no formato redondo, 8% que no plano e 3% não souberam responder.



O estudo, que comparou a opinião entre a base eleitoral de Bolsonaro e Lula, apresentou um índice próximo também nos que acreditam no formato redondo do globo. 91% dos apoiadores do ex-presidente acreditam que a Terra é redonda, contra 90% dos apoiadores do presidente da República. O número dos que não souberam responder é de 3% e 4%, respectivamente.


Os terraplanistas rejeitam todas as evidências científicas disponíveis sobre o formato da Terra, bem como as imagens de satélites e os depoimentos de astronautas. De acordo com essa teoria, o planeta teria o formato de um disco achatado, coberto por um domo invisível, além de defender que é o Sol que gira ao redor da Terra.


A pesquisa revela, também, que os índices são superiores de concordância com o formato redondo do planeta entre os que possuem maior escolaridade, comparado aos que estudaram menos, com 94% a 85% de diferença. A crença também é comparada entre brasileiros da classe A e B, 94%, contra aos das classes D e E, com 87%.


Em uma pesquisa similar, de julho de 2019, o instituto apontou que os números se mantiveram estáveis desde a data. Na ocasião, 90% dos brasileiros consideravam que a Terra é redonda, 7% plana e 4% não souberam responder.


O Datafolha realizou 2.008 entrevistas em todo Brasil, distribuídas em 113 municípios. A margem de erro máxima para o total da amostra é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos, dentro de um nível de confiança de 95%