top of page
719f1cbc-471d-46f8-a24c-0354d79cb63b.jpg

Especialistas dão como certo Lula no segundo turno. Falta saber quem estará do outro lado

Por Paulo Tertulino - Blogueiro


Claro que ainda tem muita água para passar sob esta ponte, mas especialistas analisam o panorama político se as eleições fossem hoje. Nesta segunda-feira (29) pela manhã na Globo News, os analistas políticos ouvidos deram como certa Lula no segundo turno caso confirme sua candidatura.


Bolsonaro é uma incógnita na atualidade. Com a popularidade em queda livre, o atual presidente tem um desafio e tanto pela frente. Terá que se desdobrar para conter a pandemia e adotar medidas fortes para retomar o ritmo econômico com a geração de empregos em massa.


Os analistas avaliam que a pré-candidatura da senadora Simone Tebet pelo MDB não prospera, mas é bom nome para ser vice numa eventual composição partidária.


João Dória do PSDB, governador de São Paulo, está com o cofre cheio que será aberto ao longo de 2022 para atrair apoios de prefeitos e vereadores do interior paulista. Já sinalizou que gostaria de compor com Moro, do Podemos.


Resta saber se o ex-juiz estaria disposto a isto. Os analistas avaliam que Moro tem que se descolar do discurso anti-corrupção, bandeira da Lava-Jato. Tem que ampliar e aprofundar temas de interesse direto da população na área econômica, por exemplo.


Os analistas não acreditam carreira solo de Ciro. Para ter alguma chance terá que fazer alianças. Nome de pouca projeção no cenário nacional. Uma coisa parece certa – para derrotar Lula tem que ser um nome de centro e que tenha habilidade para aglutinar grandes forças deste segmento político.


Moro? Dória? Ciro? Só o tempo dirá!