top of page
719f1cbc-471d-46f8-a24c-0354d79cb63b.jpg

"EDUCA$ÃO" Pública no Paraná = Negócio$ ?


O Governo do Paraná abriu um edital para selecionar empresas para atuar na gestão educacional de 27 escolas estaduais a partir de 2023. A medida precisa ser aprovada pela maioria da comunidade escolar em uma consulta marcada para o fim de novembro.

As Escolas e Colégios foram escolhidos por conta do baixo aproveitamento no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), segundo a Secretaria Estadual de Educação (Seed).

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Paraná (APP-Sindicato) afirmou em nota que a decisão trata-se da "terceirização completa da educação para a iniciativa privada" e que, com a escolha, a comunidade será excluída da participação das decisões escolares. Ensaio é porta para terceirização total da Educação pública no Paraná? Um projeto-piloto para o fim da escola pública?

O governo justifica o projeto pela incapacidade de gerir as 2,1 mil escolas estaduais e credenciará grupos dispostos a fazer o trabalho. Um negócio extremamente lucrativo, que sugará recursos da escola pública para o setor privado. Não haverá processo licitatório e os requisitos do edital sugerem um jogo de cartas marcadas para beneficiar um grupo seleto que cumpre os critérios cita a APP Sindicato.

Professores(as) PSS serão terceirizados(as), assim como a gestão administrativa, financeira e pedagógica das unidades escolares. Decisões não passarão mais pelas instâncias participativas, excluindo a comunidade escolar. Metas de frequência e desempenho significarão aumento dos repasses previstos pelo Estado.

De antemão, alunos(as) não poderão ser reprovados(as) por dois anos consecutivos, estimulando "manobras" pedagógicas para assegurar lucros crescentes, completa a APP Sindicato.

O prazo para analisar e debater o mérito do edital é curto, com previsão de consulta às comunidades escolares envolvidas para o dia 29 de novembro. A APP estuda as medidas cabíveis na Justiça e detalhará, nos próximos dias, o significado e os prejuízos irreversíveis trazidos pela privatização, além de construir um calendário de mobilizações.

Escolas Públicas do Governo do Paraná precisam ser administradas por Empresas Privadas?

O Governo do Paraná não consegue Administrar 27 Escolas?

@profsta #profsta