top of page
719f1cbc-471d-46f8-a24c-0354d79cb63b.jpg

Capital do Vestuário não é título para marketing político!

Vivo anos de minha vida na confecção, e sei muito bem da luta e do trabalho que é e que foi para um dia Cianorte ser chamada de Capital do Vestuário, vejo hoje que muitos "aprendizes de políticos" usam esse rótulo de Capital do Vestuário não como uma marca de prosperidade a nossa cidade como destaque do Setor de Confecção, por trás articulam somente um marketing político onde sempre usam a terminologia singular do "eu", eu consegui isso eu consegui aquilo e tudo são inverdades, ou melhor, são mentiras!


"A Expovest por exemplo só se realiza por esforços nossos, empresários do setor de confecção unidos, de nosso sindicato e sempre com apoio incondicional de FIEP."- Beto Nabhan.

Recentemente, estivemos reunidos com a FIEP para discutir sobre o ICMS.


A diretoria da Federação das Indústrias do Paraná (Fiep), com apoio unânime expressado em reunião de seus sindicatos industriais filiados, que representam mais de 71 mil empresas, responsáveis por quase 1 milhão de empregos, manifesta-se veementemente contrária à proposta de aumento da alíquota de ICMS anunciada nesta semana pelo governo do Estado. Diante disso, a Fiep já abriu diálogo com o Executivo estadual, com o objetivo de demonstrar os impactos negativos da medida e tentar demovê-lo da intenção de enviar a proposta de aumento à Assembleia Legislativa.


“A indústria do Paraná se reuniu para tratar desse tema e está coesa em torno do entendimento de que o aumento de impostos não é o melhor caminho para o Paraná”, afirma o presidente da Fiep, Edson Vasconcelos. “Por isso, a Fiep está buscando diálogo com o governo do Estado para tentar reverter essa posição”, acrescenta.

Vejam vídeo onde falo sobre Cianorte dentro ainda desta pauta: