Cadê as mangas que estavam aqui?

(Fotos, vídeos, texto, indignação: Aida Franco de Lima)




Quem mora em Cianorte sabe. Quem já veio nos visitar fim de ano também. Era uma tradição, para muitas famílias: colher manga na rua! Era, passado. Se as coisas continuarem como estão, não vai ter mais nem caroço!

Sim, nossa Cidade tem inúmeras coisas belas, que muitos nem percebem, e os pés de mangas carregados são desses atrativos.


É uma cultura, é um senso de pertencimento criado ao longo dos anos em Cianorte. Já saiu até matéria na TV! em 27 de dezembro de 2017 e em anos anteriores, como podem conferir abaixo:

Matéria RPC em 11 de Janeiro de 2014

Matéria RPC em 13 de Janeiro de 2014

Matéria RPC em 27 de dezembr de 2017


Quando era nessa época, de comecinho de dezembro, principalmente antes da pandemia, as pessoas colhiam manga de sacoladas!


Mangas colhidas na Avenida Bahia, em 2017



Mangas que NÃO serão colhidas na Avenida Bahia, em 2021
Há cerca de dois meses um garotinho, passou todo feliz, me deu 'oi' e falou: 'a gente vai pegar manga!'. Pensei... mas ainda não é tempo, só vai encontrar manga verde. Estava enganada. Agora, aquele garotinho, de cerca de 3 anos - família humilde que se fosse comprar manga para todos, para saciar a vontade, gastaria por baixo uns 20 reais - nem manga verde encontraria. Porque elas estão sendo transformadas em lixo! Na periferia de Cianorte, manga é CO-MI-DA!

Sim, sabe quanto está o kg de manga coquinho? E manga espada? E coração de boi? Eu sei que não é nada barato, a mais em conta está em torno de 3 reais o kg. Então, aquele garotinho, se ele voltasse agora para apanhar manga na Avenida Bahia, não encontra mais a grande quantidade de antes. O mesmo na Avenida Ceará, assim como na Avenida Sergipe. E aí, quando é que vão destruir os pés de manga da Avenida Arthur Thomas? Ah, se eu morasse em frente a um pé de manga carregado, jamais permitiria tal crueldade.


Avenida Sergipe, tarde de 08 de dezembro de 2021

Crueldade cortar árvore, cortar árvore com frutos... sem necessidade!

Canteiro forrado de mangas, os populares passam e acham vergonhoso


Cartão Postal às avessas, o que era para ser uma atração, virou decepção