Bolsonaro e suas sacadas fora de hora e sem noção

Por Paulo Tertulino - Blogueiro


Diariamente espero por uma declaração do inquilino do Planalto que seja positiva em favor da Nação como um todo. Com a popularidade em baixa crescente, Bolsonaro insiste em usar termos chulos dirigindo-se apenas para sua turma do cercadinho.


Nesta quinta-feira (11), por exemplo ele chamou de “broxas” quem fechou comércios quando a pandemia começou. Sem vacinas e ele defendendo uso de cloroquina e outras coisas. Foi desmentido reiteradas vezes, até que foi convencido a investir na vacinação em massa.


Os resultados estão aí. Redução de casos de infectados e de mortes. Todavia Bolsonaro insiste no seu discurso negacionista agora com nova retórica. Governadores e prefeitos são responsáveis pela alta escala inflacionária. Será?


De jeito nenhum. Faltou ação firme do governo central desde o começo da pandemia. Forte em todos os sentidos – econômico e social. Nesta brincadeira, entre aspas, o Bolsonaro perdeu milhões de eleitores e precioso capital político.


Terá que pedalar muito se quiser a reeleição.


destaque-sua-empresa-na-internet.png