Bancada feminina se mobiliza para derrubar veto presidencial sobre absorventes

Por Paulo Tertulino - Blogueiro


O presidente Bolsonaro vetou nesta quinta-feira (7) projeto aprovado pela Câmara dos Deputados projeto pelo qual o Sistema Único de Saúde (SUS) deveria fornecer absorventes íntimos para adolescentes e mulheres em vulnerabilidade e detentas. No veto ele argumentou que não há recursos para tal finalidade social.


O veto presidencial é desde ontem um dos assuntos mais comentados nas redes sociais e, claro, na Câmara dos Deputados. Líderes da bancada feminina dos mais diferentes partidos já iniciaram mobilização para derrubar o veto.


O peso da bancada feminina é forte. Elas somam 77 deputadas federais. Ainda não existe data para o veto ser analisado, mas não é difícil prever que ele não será mantido.