Assembleia da APP delibera greve de três dias a partir de segunda-feira

Por Paulo Tertulino - Blogueiro


Assembleia estadual extraordinária realizada na quarta-feira à noite, pela APP-Sindicato, deliberou por uma paralisação de três dias – de segunda (13) a quarta-feira (15) – acompanhada de vigília na praça Nossa Senhora de Salete, em Curitiba.


“Nós precisamos juntar forças e fazer essa luta, mesmo com as dificuldades do final de ano. É pela nossa carreira e pelo nosso futuro. Eles contam com o nosso cansaço. Nós contamos com cada um de vocês”, sintetizou Walkiria Mazeto, nova presidenta da APP, empossada no dia 7.


Durante a vigília, que se soma aos atos do Fórum de Entidades Sindicais pela Data-Base, os trabalhadores estarão em assembleia permanente. Isso significa que a instância máxima de deliberação da categoria pode ser convocada a qualquer momento.


A mobilização busca pressionar os deputados por alterações no PLC 12, o projeto do Piso de Ratinho Jr.

Embora avance na adequação do salário de ingresso, reivindicação histórica do Sindicato, o PLC 12 desmonta o Plano de Carreira dos professores, achata a tabela, abre caminho para transformar o Piso em teto, retira direitos de funcionários(as) e abandona aposentados.


“Os aposentados ficam só com 3%. Para funcionários é mais grave, pois eles ainda perderão o adicional noturno. Esse projeto é pior que o de Beto Richa em 2015. Cria uma divisão na nossa categoria e desmonta o que construímos até hoje como concepção de carreira. Isso não é valorização. Isso é desmonte”, explicou Walkiria. (APP-Sindicato)


(Foto: Luiz Damasceno/APP-Sindicato)


Posts recentes

Ver tudo