destaque-sua-empresa-na-internet.png

Após ser espancada pelo amásio, adolescente de 16 anos pede ajuda e acaba agredida pelo próprio pai

Neste domingo (11), por volta das 17h30min, policiais militares foram acionados para comparecerem na Av. Ceará pois, segundo informações, uma mulher teria sido vítima de violência doméstica e o autor se evadiu do local.

Assim, ao se aproximarem do endereço, foi possível observar populares indicando em direção à Rua Murici, mencionando que o suposto autor estaria se evadindo a pé.

Em ato contínuo, o indivíduo foi localizado, na Rua Mário José Góes, onde foi abordado, sendo um jovem de 22 anos.

Ao ser questionado sobre os fatos e sobre as agressões contra a vítima de apenas 16 anos, informou que não teria a agredido e relatou que o genitor de sua convivente é quem teria.

Posteriormente, os policiais deslocaram até a Av. Ceará e, em contato com a vítima, ela relatou que na tarde de hoje houve uma discussão com seu marido, o qual passou a agredi-la com socos nas costas e no peito e que a violência teria acontecido no interior da residência onde moram, localizada na Rua José Buzo.

Ainda, informou que ao se ver em apuros com sua bebê de 04 meses de vida, solicitou ajuda de seu pai (42 anos). Este compareceu na residência e, ao observar o ambiente conflituoso, se alterou e também a agrediu, com tapas nas costas, se retirando do local em seguida.

Diante dos fatos e dos relatos, o convivente da jovem recebeu voz de prisão e foi conduzido para a UPA, juntamente com a vítima, para exames e laudo de lesão corporal.

Durante os procedimentos, o pai da menina se dirigiu aos policiais para verificar sobre o ocorrido, sendo novamente apontado pela jovem como autor de parte das agressões que sofrera na data de ontem, momento em que também recebeu voz de prisão.

Por fim, as partes foram conduzidas para a Delegacia de Polícia Civil de Cianorte para os procedimentos pertinentes.

Fonte: 5ªCIPM

destaque-sua-empresa-na-internet.png