30 KM por hora de velocidade é agilidade??

Por: Marcio Nolasco - Editor BN


Postagem em Rede Social de representante de órgão ambiental


As vezes se torna difícil de entender a lógica de certas coisas, atualmente vemos uma majestosa placa na futura e duplicada Av. Makio Sato onde diz: SEGURANÇA + AGILIDADE.

De certa forma essa obra da Makio Sato, que também passa dentro do Cinturão Verde, como a recém obra da Estrada Jambers, fica na contra mão da publicação em rede social de representante de órgão ambiental (IAT), vamos analisar:


1 - Nas duas estradas temos a presença de animais do Parque Cinturão Verde que vão transitar de um lado para outro. Logo pensando no seu bem estar, na Estrada Jambers é necessário reduzir a velocidade de circulação de veículos para 30 KM, evitando atropelamentos e morte de animais, como os macaquinhos por exemplo.


2 - Na Av. Makio Sato, um dos fortes argumentos que se impõem para tal obra, é a Segurança + Agilidade para que os motoristas, trafeguem seguros sem risco de acidentes e logo com maior agilidade (como diz na placa) para chegarem mais rápido e seguros ao seus destinos.


3 - Pergunta-se: Na Av. Makio Sato, seguindo a lógica da Estrada Jambers, visando a segurança agora dos animais nativos da Mata Atlântica e habitantes do PCVC, será também necessário placas de 30 KM por hora? Esses mesmos 30 KM vão de acordo à publicidade desta obra no quesito + AGILIDADE, ou assim como na Estrada Jambers os animais é que devem ser ágeis o suficiente para não morrerem atropelados por quem deseja agilidade para chegar ao seu destino?


Cabe uma explicação, ou estamos pensando com outra lógica, pois o contexto é o mesmo. Na Av. Makio Sato teremos mais ou menos AGILIDADE (30 km por hora também) no trânsito? Ou os animais daquela região é que são mais ágeis e espertos?

Av. Makio Sato, será duplicada para Segurança + Agilidade, agilidade de 30 km também??