258 árvores, no mínimo, serão mortas para dar lugar à avenida Makio Sato