top of page
719f1cbc-471d-46f8-a24c-0354d79cb63b.jpg

13 estados e o Distrito Federal dizem que não vão exigir pedido médico para a vacinação de crianças

Declarações seguem posicionamento do presidente do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), que na sexta divulgou carta aberta contrariando fala do ministro da Saúde.


Ao menos 13 estados, mais o Distrito Federal, dizem que seguirão o posicionamento do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e não vão exigir pedido médico para a vacinação contra a Covid-19 de crianças entre 5 a 11 anos.

Criança é vacinada contra Covid-19 em Leipzig, Alemanha, em 10 de dezembro de 2021 — Foto: Matthias Rietschel/Reuters


São eles: Acre, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraíba, Pará, Paraná, Pernambuco e São Paulo.


Em Santa Catarina, o secretário de Saúde, André Motta, disse ser contra a prescrição médica, mas submeterá a decisão à comissão bipartite, formada pelo estado e representantes dos municíp